Drink Perigoso

O consumo crônico e excessivo do álcool provoca sérias alterações no meio bucal. “Os danos mais leves são o mau-hálito, perda de dentes, problemas periodontais (gengiva). Os mais graves são modificações celulares, infecções fúngicas e virais, entre outros”, diz a estomatologista Maria Carméli.

A especialista também lembra que a ingestão de bebidas alcoólicas representa grande risco de câncer de boca e de esôfago. Quando o consumo do álcool está associado ao do fumo, as chances de desenvolver um tumor aumentam em cerca de 100 vezes.

Além dos danos que as próprias substâncias do álcool causam, a consultora da ABO coloca que o consumo excessivo de bebidas alcoólicas gera deficiências nutricionais secundárias, que ocasionam o surgimento de doenças, infecções e até o câncer bucal.

A atenção para os males que o álcool traz à saúde torna-se mais evidente neste momento, em que o governo federal acaba de lançar a Política Nacional sobre o Álcool. O objetivo é implantar medidas para enfrentar problemas como dependência e doenças físicas relacionadas ao consumo indevido e também a associação álcool e acidentes de trânsito e violência.